banner I

RETRATO DE MÃE

RETRATO DE MÃE

RETRATO DE MÃE

Retrato de Mãe

Uma Simples mulher existe que, pela imensidão de seu amor, tem um pouco de Deus;

e pela constância de sua dedicação, tem muito de anjo; que, sendo moça pensa como uma anciã e, sendo velha , age com as forças todas da juventude;

quando ignorante, melhor que qualquer sábio desvenda os segredos da vida e, quando sábia, assume a simplicidade das crianças;

pobre, sabe enriquecer-se com a felicidade dos que ama, e, rica, empobrecer-se para que seu coração não sangre ferido pelos ingratos;

forte, entretanto estremece ao choro de uma criancinha, e, fraca, entretanto se alteia com a bravura dos leões;

viva, não lhe sabemos dar valor porque à sua sombra todas as dores se apagam, e, morta tudo o que somos e tudo o que temos daríamos para vê-la de novo, e dela receber um aperto de seus braços, uma palavra de seus lábios.

Não exijam de mim que diga o nome desta mulher se não quiserem que ensope de lágrimas este álbum: porque eu a vi passar no meu caminho.

Quando crescerem seus filhos, leiam para eles esta página: eles lhes cobrirão de beijos a fronte; e dirão que um pobre viandante, em troca da suntuosa hospedagem recebida, aqui deixou para todos o retrato de sua própria Mãe.

(Tradução de Guilherme de Almeida)


Autor: Don Ramon Angel Jara - Bispo de La Serena -Chile

A ESPERANÇA DO PARKINSON

quinta-feira, 5 de maio de 2011

PRIMEIRA ASSOCIAÇÃO PORTADORES DE PARKINSON DO RN

PRIMEIRA ASSOCIAÇÃO DE PORTADORES DE PARKINSON DO ESTADO SERÁ FUNDADA EM MOSSORÓ


Sábado, dia 07 de maio de 2011, um grupo com portadores da doença se reúnem para fundar a primeira Associação Potiguar dos Portadores de Parkinson do RN - APOPP.



Uma doença de difícil tratamento e ainda incurável faz parte do cotidiano de muitos brasileiros. Segundo dados divulgados em 2010 pela Associação Parkinson de Brasília, no Brasil, estima-se que cerca de 200 mil pessoas possuam o denominado “Mal de Parkinson”. A doença degenerativa atinge o sistema nervoso central e possui sintomas que, quando intensos, atrapalha a vida dos portadores e geram, inclusive, preconceitos na sociedade. A tremedeira, lentidão, rigidez e desequilíbrio são a principal deles. Tais sintomas se tornam inconciliáveis para o restante da população que são acostumadas com a exigência de rapidez e eficácia que a vida moderna exige. Esse descompasso com a realidade gera em alguns casos depressão e até exclusão social dos doentes.

Com o objetivo desenvolver um projeto coletivo de melhoria para a qualidade de vida dos portadores de Parkinson é que será fundada a Associação Potiguar dos Portadores de Parkinson do RN – APOPP. A Associação agrega o Grupo de Apoio ao Parkinson de Mossoró liderada por Elma Campelo, portadora da doença. Unido a Elma está outro portador da doença, Domingos Sávio que reside em Natal e resolveu levar o projeto de construir a Associação adiante. Domingos sempre trabalhou auxiliando na criação de Cooperativas e Associações em todo o Estado através da EMATER/RN. Ao descobrir ser portador da doença, há 2 anos, nada mais lógico do que fundar a sua própria Associação de Parkinson até então inexistente no Estado.

A APOPP pretende também reunir esforços para defender os interesses dos Associados e realizar reuniões e palestras esclarecedoras sobre a doença a fim de melhorar a auto-estima dos portadores.

INFORMAÇÕES:

O quê: Assembléia Geral de Constituição da Associação Potiguar dos Portadores de Parkinson do RN - APOPP.

Quando: Sábado, dia 07 de maio de 2011, às 8h30min.

Onde: Auditório da Biblioteca Pública Ney Pontes na Praça da Redenção, nº 17.

Contato: Domingos Sávio – Presidente da APOPP

(84) 9634-2361 e (84) 3086-0485

Elma Campelo – Vice Presidente da APOPP

(84) 9971 - 5276

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário